craft-2728227_1920.png

Tarot

A consulta ao Tarot permite a análise de problemas e a clarificação das decisões a tomar. Serve para tirar dúvidas, esclarecer situações e delinear pensamentos. Estimula a intuição, o auto conhecimento e o crescimento espiritual. Revela a nossa energia no momento, trazendo informações do nosso inconsciente para o consciente. Orienta sobre os melhores caminhos nos relacionamentos, finanças, carreira, emprego, família e saúde.

Complementarmente à Astrologia ou de forma individual, a consulta ao Tarot permite uma análise “microscópica” das questões vivenciais. Utilizando o baralho Rider Waite, conjunto de cartas de enorme poder visual, onde se reúnem elementos simbólicos ancestrais e numerologia, esta ferramenta elucida o consciente da pessoa para problemas, dúvidas ou alertas tornando-se, estes, mais claros e objectivos naquele momento.

A experiência demonstra que uma dupla análise (astrologia e tarot), sobrepõe-se nas suas conclusões, significando um princípio de sincronidade que nos remete à figura da Carl Jung.

 

Roda Astrológica

Normalmente usada para uma visão geral da vida da pessoa e/ou para o período de um ano, esta tiragem faz equiparar a disposição das cartas com as 12 casas astrológicas. Por seu lado, cada uma destas cartas remete-nos a um segmento muito particular das nossas vidas (o "eu", o "outro", o trabalho, os amigos, casa, família, viagens, estudos, etc).

Cruz Celta

Tiragem usada para questões ou dúvidas mais objectivas. São usadas 10 cartas, dispostas em cruz, elucidando o posicionamento do consulente na situação presente, passada e futura. 

Tiragem Dharmica

A maior parte das vezes, usa-se o tarot como ferramenta de adivinhação e também como plataforma de reconhecimento de esferas kármicas (reacção, consequência), que por vezes se tornam limitantes. Esta tiragem orienta a pessoa de acordo com o momento actual e futuro, bem como é um auxílio num caminho de auto-conhecimento e de foco no presente, no “dharma” (propósito de vida).