wellness-285590_1920.png

Terapia Energética (Reiki)

Reiki é um método terapêutico de origem japonesa, complementar à Medicina convencional, que através do contacto das mãos do terapeuta, permite revitalizar, equilibrar e auxiliar a pessoa no seu processo de cura e de auto-ajuda com vista ao crescimento pessoal. A terapia Reiki tem uma perspectiva holística, ou seja, olha para o homem como um todo, nas suas dimensões físicas, emocionais, mentais e energéticas.

A terapia energética praticada tem como base os ensinamentos do Reiki Usui Shiki Ryoho e Karuna Ki. A terapia Reiki tem por sua vez inspiração no Chi Kung (que influenciou entre outras, o Tai Chi). Estes ensinamentos foram de tal forma difundidos que hoje são utilizadas várias técnicas de imposição de mãos sejam eles a Cura Prânica, Toque Quântico, Toque Terapêutico.

Consoante a problemática e acordo do paciente, podem ser usadas outras técnicas e complementos terapêuticos como o som, a cor, os cristais e mesmo o pêndulo como auxiliares fundamentais na problemática do paciente.

 

Reiki e Karuna Ki

O sistema de transmissão e requalificação de energia Reiki, tem a sua origem no Japão, nas primeiras décadas do século XX, literalmente trazida pelas mãos do mestre Mikao Usui. Foi particularmente importante à data, a união das práticas tradicionais de cura com o entendimento da energia vital (Ki) e da inesgotável fonte universal (Rei). 

O Karuna Ki aparece como uma das descendências do sistema de Reiki Usui original. Esta abordagem acrescenta um conjunto de 12 símbolos (aos 4 símbolos iniciais) e apela ao praticante o seu sentido compassivo, bem como a uma ligação espiritual mais profunda. A utlização de mantras (sons verbalizados) e sutras (posições de mãos) permite tratamentos mais intensos e profundos.


Principais benefícios do Reiki:

  1. diminui estados de ansiedade e depressão por via de relaxamento;

  2. alivia dores e acelera recuperação física;

  3. potencia efeitos da medicação alopática e homeopática;

  4. permite a harmonização energética do corpo;

  5. traz ganhos de auto-conhecimento e auto-consciência. 

Na prática, o tratamento pode passar por várias fases consoante as queixas do paciente, embora as melhorias se notem já na primeira sessão (que até pode ser única).

É importante ouvir o paciente e acompanhá-lo na evolução do seu tratamento, mas é fundamental dar a entender a ligação entre as vertentes física, emocional, energética e espiritual do problema. Por exemplo, uma dor de estômago pode ser um problema digestivo, uma questão nervosa (emocional) ou uma dificuldade em "engolir" alguma coisa no seu quotidiano. 

 

Cristais e pêndulos

Utilizados há milhares de anos, os cristais podem harmonizar e estimular mudanças bioquímicas que afectam a saúde física de uma forma positiva, potenciando o tratamento energético. Os conceitos de electromagnetismo de James Maxwell sugerem que tudo vibra em determinada frequência, e os cristais têm a capacidade de alterar as frequências de outros objectos porque - por ressonância - criam um campo vibracional maior, afectando o sistema nervoso e transmitindo informações para o cérebro.

Os pêndulos foram objecto de muita investigação e comummente usados na análise de muitas áreas, tais como prospecção mineral, arqueológica e geobiológica. Mais recentemente, surge uma abordagem mais próxima do ser humano, na análise da sua anatomia subtil, compatibilidades de medicamentos e alimentos, medição de glândulas/chakras, entre outras.


Utilização:

  • Cristais —  complementar ao tratamento, uma vez que, ao compatibilizar com a frequência energética, potencia os seus efeitos;
  • Pêndulo  permite, através da auscultação do corpo e com uso de gráficos auxiliares, medir com exactidão o padrão energético

Na prática, utiliza-se o pêndulo para mensurar e identificar os pontos onde há um desequilíbrio energético. Depois faz-se o tratamento de Reiki/ Karuna e posteriormente afere-se novamente o equilíbrio do corpo. 

Os cristais podem ser usados desde o primeiro momento na terapia ou somente usados em zonas onde o fluxo vibracional esteja menos fluído. 

Note-se que quer uma quer outra desta ferramentas são complementares ao tratamento Reiki/Karuna e solicitadas quando necessárias.

 

Sons e cores

O tratamento através dos sons (e ultra-sons) tem uma influência comprovada na actividade celular, através da movimentação de moléculas no ar, as quais produzem uma vibração. Obviamente que nem todos os sons permitem a harmonização e o relaxamento. Mas a utilização adequada de taças, címbalos e outros instrumentos possibilitam inclusivamente a massagem do corpo em termos físicos e consequentemente o reequilíbrio energético.

O uso das cores é algo que está muito divulgado e com uma considerável utilização no âmbito de diversas áreas desde a psicologia, o marketing, arquitectura, etc. A cromoterapia (tratamento por via das cores), por outro lado, vem sendo utilizado há milénios com o objectivo de harmonização energética, pois cada cor possui uma vibração específica e uma capacidade terapêutica específica.


Instrumentos usados:

  • taças de cristal 
  • taças tibetanas
  • címbalos
  • cartões coloridos ou leds/lâmpadas a cores

Enquanto que a utilização da cor permite um ajustamento do equilíbrio energético do paciente de uma forma subtil e integrada, o tratamento pelo som resulta em algo mais profundo e repentino, repondo rapidamente a fluidez vibratória.

Note-se que quer uma quer outra desta ferramentas são complementares ao tratamento Reiki/Karuna e solicitadas quando necessárias.